Acaiaca é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2018 era de 3.994 habitantes.

O município de Acaiaca está localizado na microrregião de Ponte Nova. Seu território faz limites com Mariana, Ponte Nova, Barra Longa, Guaraciaba e Diogo de Vasconcelos.

A pecuária de leite é a sua principal fonte de recursos. Suas pastagens ocupam quase todo o território.

Se encontra situada na Zona da Mata Mineira. É conhecida como a princesinha da Zona da Mata por ser a mais bela e limpa cidade dessa região.

A Estação Ferroviária de Acaiaca foi inaugurada em 1926, no Ramal de Ponte Nova da Estrada de Ferro Central do Brasil, para substituir a estação de Ubá, que não chegou a ser inaugurada e ficava a 4 km antes, na linha. Até o ano de 1982, ainda havia movimentação de passageiros na estação, que podiam se utilizar dos trens mistos da antiga Rede Ferroviária Federal (RFFSA).

Após a concessão do ramal ser entregue à Ferrovia Centro Atlântica, a estação ainda continuou a receber movimentos de trens cargueiros até o final da década de 90, quando estes foram desativados na região. Sem as devidas fiscalizações, os trilhos foram removidos em tentativas de furtos, durante a década de 2000. Durante a reforma da estação, segundo Max Vasconcellos, "a estação está em fase final de reforma, já é centro cultural do município. Os trilhos são figurativos, já que foram arrancados logo antes e logo depois da estação. Um operário que está trabalhando na obra me garantiu que não mexeram no piso e que a inscrição EFCB é muito antiga''.

Outra curiosidade é a grafia do nome Acaiaca, com acento. O nome em tupi, deriva de Acaiacá, (cedro brasileiro).

Com relação à grafia do nome da cidade é interessante destacar também que é um palíndromo, pode ser lida de trás para frente.

Futebol

Em Acaiaca, o futebol se destaca pela rivalidade entre dois tradicionais clubes: Ideal Sport Clube (alvi-negro) e Independente Futebol Clube (tricolor: vermelho, preto e branco).

Alguns grandes jogadores tiveram suas origens no futebol em Acaiaca: Geovanni, que fez história no Cruzeiro e jogou na seleção brasileira, Barcelona e Benfica; Wendel que também atuou no Cruzeiro e na seleção brasileira, além de Bordeaux, Santos e Vasco; e Cristian Carvalho, que jogou no Gama e Criciúma.

Política de Privacidade e Cookies

Nós utilizamos cookies para otimizar e aprimorar sua navegação do site, manter uma melhoria contínua no conteúdo oferecido e aperfeiçoar a experiência de nossos usuários. Clique em aceitar ou continue navegando para concordar com tais condições.

Você não tem conta ainda? Registrar Agora!

Faça Login em sua conta